Home / PUBG / Diversos jogadores profissionais de PUBG são banidos por uso de hack; Entenda o caso

Diversos jogadores profissionais de PUBG são banidos por uso de hack; Entenda o caso

Na segunda feira (7), a PUBG Corp. divulgou o fim da varredura de diversas investigações sobre jogadores profissionais, encerrando a polêmica que sondava o cenário com uma péssima notícia para diversos jogadores que receberam suas punições.

Jogadores profissionais sul-americanos foram citados e punidos pela PUBG Corp., são eles Smitty, Papaya e Cabecao7. Smitty foi o que teve a menor pena e pegou 2 anos de banimento por utilizar programas ilegais em partidas ranqueadas no jogo. Já Papaya e Cabecao7 tiveram penas mais severas aplicadas pela empresa do game que sentenciou os jogadores com 3 anos de banimento por utilizarem softwares ilegais também em competições profissionais.

A empresa em nota afirmou que não teve nenhum tipo de roubo de dados ou que algum terceiro tenha acessado as contas e utilizado os “hacks”, concluindo que foi utilizada pelos próprios jogadores.

“Trapacear em uma competição profissional é um dos comportamentos menos desportistas que um jogador profissional pode exibir. Por isso, estamos emitindo uma das mais severas penalidades que já aplicamos, a fim de igualar nossa política de tolerância zero em trapaça.”- disse a PUBG Corp. em nota oficial.

Em diversos tweets a empresa postou notas e comunicados com os jogadores banidos e resultados das investigações:

Além de diversos jogadores banidos por esses mesmos motivos já listados, tivemos também outros casos como os dos jogadores THZ e Fr_Steph que sabiam da ilegalidade de seus companheiros Houlow e sezk0, recebendo a mesma punição deles.

“Acreditamos que tolerar as atividades fraudulentas dos colegas de equipe e ainda se beneficiar disso, deve ser tão severamente punido quanto quem praticou o próprio delito”, disse a PUBG Corp.

Desde o fim do ano de 2018 diversos jogadores profissionais utilizaram de programas ilegais, o que surpreendeu a comunidade negativamente e foi o estopim para o início das investigações.

Comente com o Facebook

Sobre Raphael Schon

Quase formado em Engenharia de Produção, idealizador e narrador da ESN League, apaixonado por games e pseudo analista de lolzinho. E ah, nas horas vagas eu passo vergonha na https://www.twitch.tv/raphaelschon

Veja também

PUBG: Governo da Jordânia proibiu o jogo no País

Não está nada fácil para os amantes dos jogos de Battle Royale na Jordânia. O …